quarta-feira, 23 de maio de 2018

Parece Que o Enigma em Torno da Relativamente Misteriosa Morte de Adolf Hitler, Ficou Resolvido de Vez

Adolf Hitler (1889 - 1945)

«Adolf Hitler really is dead: scientific study debunks conspiracy theories that he escaped to South America»


Parece que o enigma, velho de 77 anos, em torno da relativamente misteriosa morte de Adolf Hitler, ficou resolvido de vez. Pessoalmente, eu nunca tive a mais pequena dúvida de que Hitler tinha mesmo morrido em Berlim em 1945. Apenas aqueles que não conhecem por dentro o pensamento do antigo Führer alemão, é que poderiam alguma vez pensar ingenuamente que Hitler em 1945 fugiu de Berlim como uma reles ratazana em fuga, e que posteriormente passou o resto dos seus dias escondido numa qualquer "república das bananas" da América Latina.

Adolf Hitler não era um cobarde que fugisse de um combate, mesmo quando ele sabia que provavelmente iria perder esse mesmo combate. Aliás, a vida de Hitler foi ela própria uma luta do início ao fim, primeiro contra o seu próprio pai que o tratava com desprezo, depois nas trincheiras da Primeira Guerra Mundial e por fim, contra os seus inimigos políticos e ideológicos, num longo percurso que teve início em 1923 numa cervejaria em Munique e terminou em 1945 num bunker em Berlim. Independentemente daquilo que cada um pense do antigo ditador alemão, é um facto que Hitler lutou contra as sinistras forças da judiaria internacional organizada e ele próprio afirmou no seu testamento político, que a principal causa da Segunda Guerra Mundial, foi exactamente a extrema pressão colocada em cima da Alemanha por parte da estrutura de controlo sionista, aliada ao gangue da Igreja Católica, que sempre foi uma fiel aliada da judiaria internacional e internacionalista.[1]




De resto, o fim de Adolf Hitler já havia sido previsto pelo psicoanalista Walter C. Langer, que durante o decorrer da Segunda Guerra Mundial traçou aquele que foi, de longe, o mais correcto perfil psicológico do antigo ditador alemão e que concluiu entre muitas outras coisas, que se confrontado com a derrota total, Hitler provavelmente iria cometer suicídio.

Muito há ainda por se dizer sobre a complexa figura de Hitler, porém, apenas será possível construir um retrato completo e justo do antigo ditador alemão, quando cessar a ditadura do politicamente correcto nas ciências sociais e humanas, que impede qualquer debate sério e razoável seja sobre o que for. A historiografia no pós-Segunda Guerra Mundial tem sido quase exclusivamente dominada por uma clique que se recusa a tentar sequer compreender o "outro lado" e que produz "história", muitas vezes com base na distorção descarada de dados e interpretação incorrecta das fontes históricas. 
_______________________________________

Notas:
[1] No ponto 4 do Testamento Político de Adolf Hitler, que foi deixado pelo Secretário Pessoal do Führer, Martin Bormann, Hitler mostra-se arrependido por ter apoiado Francisco Franco durante a Guerra Civil de Espanha, devido ao facto de este ter revelado não passar de um lacaio da Igreja Católica, mais preocupado em proteger os "horríveis privilégios" da Igreja em Espanha, do que em servir a causa nacionalista. Hitler, mais ainda do que Mussolini, sabia perfeitamente bem que a Igreja Católica sempre foi uma eterna inimiga da causa das nações e dos povos indo-europeus.

João José Horta Nobre
23 de Maio de 2018


quarta-feira, 16 de maio de 2018

Porque é Que os Fiéis Fogem da Igreja?...






Padre lança livro contra fuga de fiéis da Igreja


Porque é que os fiéis fogem da Igreja?... Ora, vamos lá a ver, talvez porque simplesmente descubram que a Igreja não passa de uma aldrabice inventada por judeus... 

Os cristãos, muito resumidamente, acreditam que o Deus dos judeus - que de acordo com o Antigo Testamento criou a Terra para o "povo escolhido" - a partir de certa altura decidiu deixar de ser um Deus racista e passou a "amar incondicionalmente todos os homens".

De seguida, Deus engravidou uma judia, a mãe de Jesus, que veio ao Mundo para proclamar que afinal de contas o Deus dos judeus já não era um canalha racista e sádico e que até nos "ama a todos incondicionalmente"!

No entanto, Jesus teve de morrer pregado a uma cruz para que o Deus dos judeus pudesse "perdoar todos os nossos pecados". Depois Jesus ressuscitou, ascendeu ao "Reino dos Céus" e nunca mais voltou a meter os pés nesta estrumeira chamada Terra.

A sério? Mas alguém com os carretos no sítio pode seriamente acreditar numa baboseira destas???

Poupem-me a inteligência!

Os fieis fogem da Igreja porque a própria teologia da Igreja é absurda e vai contra a lógica mais básica. O Cristianismo é uma religião ridícula, que não possui qualquer hipótese de sustentabilidade nem no campo da racionalidade, nem no campo espiritual, pois trata-se claramente de uma fraude judaica. Aliás, quando analisado do ponto de visa estritamente teológico, o Cristianismo é sem sombra de dúvida a mais ilógica das três grandes religiões abraâmicas. Julgo ser inegável que tanto o Judaísmo, como o Islão, possuem do ponto de vista teológico muito mais organização e coerência interna do que o Cristianismo. 

João José Horta Nobre
16 de Maio de 2018
 

sábado, 12 de maio de 2018

Começo a Ficar Seriamente Convencido de Que José Sócrates é a Reencarnação Pimba do Afonso Costa...




«Há campanhas que podem ser poesia, mas governar é em prosa.» - José Sócrates (1957 - )

Começo a ficar seriamente convencido de que José Sócrates é a reencarnação pimba do Afonso Costa. No entanto, verdade seja dita que ao menos o Afonso Costa ainda tinha o mínimo de carácter e era um patriota, à sua maneira, é claro... Já o Sócrates, trata-se de um sujeito que parece ter prazer em primar pela baixeza e sem dúvida alguma, a meu ver, nunca teve qualquer interesse em servir Portugal ou os portugueses. 

Viu-se bem o tipo de gente que o foi defender às portas do cárcere de Évora, aquando da sua estadia por lá. Muitos (perdoem-me a expressão, mas é a verdade...) são os típicos idiotas úteis usados pelos partidos e foi completamente vergonhoso, desumano mesmo, ver um tal "Movimento Cívico José Sócrates, Sempre!", a aproveitar-se do povo mais ingénuo e inocente para o usar como arma política.  

Manuela Moura Guedes esteve bem na entrevista que podem ver acima. No fundo, foi mais uma vítima do regime socrático que sequestrou Portugal durante anos a fio e deixou o País nas lonas, com uma dívida impagável e a economia feita em cacos. Acredito que a justiça, a seu tempo, acabará por ser feita e o Agente Técnico de Engenharia, José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa, um dia destes há-de bater de novo com as costelas no cárcere de Évora.

João José Horta Nobre 
12 de Maio de 2018


quinta-feira, 10 de maio de 2018

Com o Abandono do Acordo Nuclear Com o Irão, Trump Confirmou Perante o Mundo Que os Estados Unidos Não Passam de um Estado Vassalo de Israel





O abandono por parte dos Estados Unidos, do Acordo Nuclear com o Irão no passado dia 8 de Maio, não deve surpreender ninguém, sendo que se trata apenas de mais um capítulo na longa guerra que o Sionismo empreende há décadas contra o povo iraniano, na sua senda megalómana para implementar o Plano Yinon e levar assim a bom porto a criação do "Grande Israel". Existem, para já, três ilações principais que podemos retirar da decisão de Trump de sair do acordo nuclear com o Irão:

1º - Os Estados Unidos confirmaram de forma definitiva perante o Mundo civilizado, que os mesmos não passam de um Estado vassalo de Israel. É agora nítido que as elites judaicas em controlo da Casa Branca, detêm um poder total sobre a política externa dos Estados Unidos, a ponto de conseguirem impor com sucesso uma agenda que não só é totalmente contrária aos interesses de Washington, como também coloca em risco a vida dos militares americanos, que estão literalmente a ser usados por Israel como "carne para canhão" (mas lá está, desde quando é que a vida dos goyim passou a ter qualquer espécie de valor para a escumalha sionista? Tob shebbe goyim harog, não é assim?...).

2º - A capitulação de Trump perante a criminosa agenda sionista é agora total e irreversível. Eu já tinha escrito há alguns meses que e passo a citar: «não acredito que haja já qualquer possibilidade de se poder salvar a presidência de Trump. O fiasco monumental em que se transformou o "Trumpismo", derrotou de vez a minha esperança de alguma ver um Presidente americano a conseguir libertar o meu país-irmão das garras da tirania israelita.» As elites judaicas em controlo do establishment político americano, vão continuar a agir de acordo com os melhores interesses de Israel e isto por sua vez significa que o risco de os Estados Unidos entrarem em confronto directo com a República Islâmica do Irão ou mesmo até com a Rússia, é cada vez maior. Não é segredo nenhum que os judeus que parasitam nos think tanks neocons e nos media do "sistema", como o "Jew" York Times e a apócrifa CNN, têm um ódio absolutamente visceral e assassino ao povo russo e à Rússia. Aliás, a actual obsessão sionista com o Irão, na verdade, é apenas um pequeno passo no grande plano da judiaria internacional para destruir a Rússia. Do ponto de vista geopolítico, o cartel globalista que é controlado pelas elites judaico-sionistas, necessita de controlar o Irão, de forma a cercar, isolar e posteriormente desmantelar a Federação Russa. 




3º - O Mundo civilizado, começando pela Rússia e China, se ainda não perceberam, devem de perceber de uma vez por todas que a palavra dos ianques não vale sequer o papel em que a mesma está escrita. Qualquer acordo ou tratado que seja selado com os Estados Unidos, na realidade, está a ser selado com o lobby judaico que controla os Estados Unidos. Historicamente, esta gente tem demonstrado que não só não passam de um bando de falsos e trapaceiros, como também possuem uma tremenda tendência para não honrar a sua palavra.

O Estado de Israel transformou-se num cancro que se não for atempadamente tratado, acabará por  inevitavelmente arrastar o Mundo rumo à Terceira Guerra Mundial. Não existe qualquer possibilidade de se conseguir alguma vez alcançar a paz no Médio Oriente, enquanto Israel não for devidamente isolado do Mundo civilizado e desarmado por via de sanções económicas tão duras e extremas, que os sionistas se vejam obrigados a abdicar das suas armas nucleares, de forma a poderem sequer comer. O cerco implacável e genocida a que os palestinianos hoje estão sujeitos na Faixa de Gaza, é o mesmo tipo de cerco a que todo o Estado de Israel no futuro deve de ser submetido, até este abdicar de todas as suas armas nucleares, biológicas e químicas

Donald Trump teve nas suas mãos a oportunidade de ficar para a história como o Presidente que fez frente ao "sistema". Em lugar disso, ele preferiu vender-se aos sionistas, alienando assim definitivamente uma parte significativa daqueles que o elegeram e garantindo também que não voltará a ser reeleito como Presidente dos Estados Unidos em 2020. O "Trumpismo" tem os dias contados e no fundo, é melhor que assim seja, pois já deu para perceber que Trump não só não tem quaisquer condições para derrotar o "sistema", como também não possui a coragem para denunciar abertamente as elites judaicas que ingloriamente reduziram os Estados Unidos a uma prostituta de Israel.

João José Horta Nobre
10 de Maio de 2018


domingo, 29 de abril de 2018

Está a Chegar Rapidamente ao Fim o Tempo em Que os Judeus Sionistas Gozavam de Impunidade Total Para Atacar os Seus Vizinhos no Médio Oriente


«Israel wants to take the world down, starting with Syria»


Começa a ser difícil conseguir entender o profundo grau de insanidade que afecta o cérebro dos responsáveis pela segurança e defesa do Estado de Israel. É que não só esta gente fala e se comporta com uma arrogância desmedida, como também age contra toda a lógica, isto já para não falar das suas constantes violações do direito internacional. Aliás, na cosmovisão doentia e distorcida que os sionistas têm do Mundo, o direito internacional parece que só é aplicável aos goyim. O próprio Ministro da Defesa de Israel, o psicopata Avigdor Lieberman, afirma sem rodeios que exige que Israel tenha "liberdade total" para operar no espaço aéreo sírio e bombardear o território sírio, quando quiser e lhe apetecer. Lieberman avisa também que se os sírios se atreverem a responder aos ataques ilegais de Israel contra o seu próprio território, nomeadamente fazendo fogo anti-aéreo contra a aviação israelita, que Israel destruirá as baterias anti-aéreas sírias

Ora, alguém acha mesmo que se pode falar ou negociar com bestas do calibre de Avigdor Lieberman e Benjamin Netanyahu ("bibi" para os amigos...)?! A palavra desta gente, destes servos das forças do mal, não vale sequer o papel em que está escrita. Imagine-se por um momento que era ao contrário. Imagine-se que era a Síria que exigia "liberdade total" para operar no espaço aéreo israelita e bombardear o território israelita, quando quisesse e eventualmente lhe apetecesse? Como é que julgam que a União Europeia e os Estados Unidos, os lacaios predilectos de Israel, iriam reagir a tais declarações da parte síria?!! Mas lá está, Israel pode comportar-se assim porque Israel e os judeus são "o povo escolhido" de Yahweh, não é assim?... Até o Papa Francisco e a Igreja Católica já deram a sua bênção ao Sionismo Bíblico. A esmagadora maioria das igrejas protestantes idem. Yahweh, o insano e sádico Deus dos judeus comanda e os goyim obedecem, pois afinal de contas, Jesus também era um judeu. Quem não obedecer, arderá para toda a eternidade no inferno. Isto é a lógica judaico-cristã no seu melhor... ou pior. O lobby judaico/israelita detém já um controlo praticamente total sobre as igrejas cristãs no Ocidente e usa as mesmas para servir a sua agenda assassina no Médio Oriente que é, em última análise, a mesma agenda dos supremacistas judeus que estão discreta, mas seguramente, a "puxar os cordelinhos" no sentido de erguer a Nova Ordem Mundial.




Israel é um País fundado e governado por judeus ultra-racistas e extremistas religiosos com mentalidade apocalíptica, que acreditam serem não apenas superiores a toda a restante Humanidade, como também julgam que nós, os goyim, não passamos de gado para os servir e satisfazer. A raiz de todo este pensamento, é o Talmude judaico que muito provavelmente será a obra mais racista, perversa, intolerante e extremista alguma vez produzida. Se compreenderem esta simples premissa, irão também compreender muito mais facilmente aquilo que é e em que consiste o Supremacismo Judaico, assim como vão perceber igualmente muito melhor porque é que as elites judaicas se comportam da forma que se comportam. Nada do que esta gente faz ou diz é ao acaso. Bem pelo contrário, tudo está conforme e de acordo com as instruções do Talmude.

A ânsia fanática da judiaria internacional para conquistar o Mundo e subjugar a Humanidade, está a criar uma onda de resistência internacional contra a mesma, que cresce a cada dia que passa. A Síria vai com certeza continuar a reforçar o seu sistema integrado de defesa anti-aérea e ao que tudo indica, está já iminente a entrada ao serviço do sistema S-300 na Síria, que a acontecer, irá constituir não apenas um upgrade fenomenal das já velhinhas, mas eficazes, defesas anti-aéreas da Síria, como irá também dar aos sírios a capacidade de detectarem e abaterem os caças israelitas, assim que os mesmos levantarem voo a partir das suas bases aéreas em Israel. Está a chegar rapidamente ao fim o tempo em que os judeus sionistas gozavam de impunidade total para atacar os seus vizinhos no Médio Oriente.

João José Horta Nobre
29 de Abril de 2018


quinta-feira, 26 de abril de 2018

Vasco Lourenço, Manuel Alegre e o Colapso Moral da Terceira República




Quando temos um regime que se afirma e até se gaba de ser "democrático" e "livre", pode-se conceber que haja cidadãos a serem perseguidos pelos tribunais desse mesmo regime, por discutirem diferentes pontos de vista históricos na praça pública? Não me parece...

O tenente-coronel João José Brandão Ferreira, não fez absolutamente nada de mal para merecer a perseguição desenfreada a que foi sujeito nos tribunais pelo gangue da "democracia" xuxo-comuna. Um cidadão tem todo o direito de considerar que outro cidadão foi um traidor, ou um cobarde, ou um palhaço, trata-se do simples e básico direito à opinião. Qualquer dia e "pelo andar da carruagem", o actual regime vai começar a perseguir cidadãos por apenas terem opiniões desfavoráveis dos senhores políticos e "ousarem" expressar as mesmas abertamente numa mesa de café. 

A confirmação da condenação de João José Brandão Ferreira pelo tribunal fantoche que é, de facto, o Tribunal Constitucional, veio apenas demonstrar mais uma vez como esta República que nos foi imposta por um bando de irresponsáveis e traidores à Pátria em 1974, está moral e eticamente falida. Em lugar de andarem a processar cidadãos por apenas expressarem a sua opinião livre e independente sobre determinados assuntos do passado, Manuel Alegre e Vasco Lourenço deviam era de falar antes da limpeza étnica a que foram sujeitos os portugueses brancos nas antigas Províncias Ultramarinas e de como esta "democrática" Terceira República dos "amanhãs a cantar", nasceu sobre uma pilha de cadáveres que o actual regime tenta esconder do público a todo custo, pois não convém que o público saiba o quão manchadas de sangue inocente estão as mãos do regime...

João José Horta Nobre
26 de Abril de 2018


quarta-feira, 25 de abril de 2018

Da Guerra Civil Que se Prepara na Europa




"A guerra com o estrangeiro é uma escoriação no cotovelo; a guerra civil um abcesso que nos devora." - Victor Hugo (1802 - 1885)

A cada dia que passa, torna-se cada vez mais claro que estão a fermentar gradualmente as condições para uma guerra civil generalizada em solo europeu. Na noite de 22 para 23 de Abril, na ilha grega de Lesbos, a população local, farta de tanta humilhação às mãos da turba invasora e igualmente cansada de ser traída pela classe política, decidiu fazer justiça pelas suas próprias mãos e expulsar os alógenos ("refugiados coitadinhos" para os bem pensantes) que ilegalmente ocupavam o centro da cidade de Mitilene. A situação, como já era de esperar, terminou em confrontos violentos com a polícia e o Presidente da Câmara de Mitilene, o traidor Spiros Galinos, a descrever os patriotas gregos que apenas quiserem limpar Mitilene, como sendo "pessoas com crenças ideológicas extremas".

Esta Europa, esta distopia alucinante que nos foram impingindo de mansinho e aos poucos, caminha a passos largos para a sua própria auto-destruição. O caos a todos os níveis aumenta a cada dia que passa e os sinais são verdadeiramente impossíveis de ignorar. Perante este descalabro que assume já contornos de colapso civilizacional, o que fazem as elites? Tentam alterar alguma coisa? Tentam remediar o mal por si provocado? Assumem ao menos que não passam quase todos de uns meros lacaios do projecto globalista? Não. O que os traidores das elites fazem é chamar "extremistas" a todos os patriotas e nacionalistas. De seguida, fazem mais umas promessas estapafúrdias nas quais só um perfeito pacóvio é que ainda acredita e segue "tudo como dantes no quartel de Abrantes", ou seja, as fronteiras continuam abertas, desprotegidas e só falta mesmo é estender um tapete vermelho aos alógenos, perdão... aos "refugiados coitadinhos" que só vêm em busca de pão e trabalho.

Um destes dias e acreditem que já estivemos mais longe de tal, vai ocorrer algum incidente que sai completamente fora de controlo e a "bolha" vai rebentar de vez. Depois eu logo quero ver onde é que as elites traidoras se vão esconder, pois sendo as mesmas as primeiras responsáveis pelo estado de calamidade económico-social a que chegou a Europa, serão inevitavelmente também elas as primeiras a colher a fúria vingativa que as situações de guerra civil acarretam sempre consigo. No fim, eu já sei que aconteça o que acontecer, a culpa vai ser sempre dos "pavorosos nacionalistas", esse bando de teimosos com "crenças ideológicas extremas", que se recusam a submeter aos ditames da elite globalista e a trocar as suas pátrias por um prato de lentilhas.

João José Horta Nobre
25 de Abril de 2018


segunda-feira, 23 de abril de 2018

A Actual Elite Que Saqueia Portugal, é o Fruto Podre Nascido a Partir de 43 anos de "Democracia" Abrilesca




O Orlando Braga tem razão, aliás, ele tem mais do que razão em tudo o que afirma no texto acima transcrito. A actual elite que saqueia Portugal, é o fruto podre nascido a partir de 43 anos de "democracia" abrilesca ao serviço do Globalismo. Esta gente e que ninguém tenha a menor dúvida sobre isto, está apostada em destruir Portugal, custe o que custar. Neste momento temos um País que tem membros-convidados do Clube Bilderberg, tanto a ocupar o cargo de Primeiro-Ministro, como o cargo de Presidente da República. Por sua vez, o patético governo da "geringonça", é composto por uma miscelânea de tarados onde podemos encontrar marxistas ortodoxos, socialistas, maçons, neo-marxistas (Escola de Frankfurt), maoistas, estalinistas, trotskistas e certamente que também algumas bichas excitadas e a pensar em mudar de sexo, género ou o raio que as parta.  




A Nova Ordem Mundial só poderá ser erguida sobre as ruínas das nações e é exactamente este facto, que faz com que o "sistema" se empenhe com tanto vigor e energia em combater fanaticamente tudo aquilo que lhe cheire a Nacionalismo ou Identitarismo.

De modo a que o Plano Kalergi possa triunfar, é essencial que todas as réstias de identidade nacional ou étnica sejam eliminadas. O objectivo deste sinistro plano para os senhores da Nova Ordem, é criar uma sociedade atomizada, hedonista e sem qualquer espécie de identidade comum. No fundo, trata-se de criar um "homem novo", adaptado para viver no futuro Governo Mundial Totalitário que está desde há muito planeado

Aqueles que hoje amaldiçoam os nacionalistas e fazem troça da nossa causa, deviam de pensar duas vezes, pois nós somos a última linha de defesa que resta contra a tirania globalista/sionista. Se acham mesmo que os nacionalistas "são maus" e que têm umas "ideias estranhas", então esperem só pela imposição do Governo Mundial Totalitário e logo vão ver o que é que vai ser mesmo mau e estranho. 

Ainda é possível derrotar a Nova Ordem Mundial. Não está ainda tudo perdido, mas já não há tempo a perder, pois a cada dia que passa estamos cada vez mais perto do ponto de não retorno. É necessário que haja união patriótica e esta união deve de ter como ponto comum um único objectivo absolutamente essencial: a derrota das forças políticas e sociais ao serviço da Nova Ordem Mundial e do Globalismo, que tem atrás de si a "mão invisível" do Supremacismo Judaico organizado. Derrotar este némesis, verdadeiramente, é a única coisa que interessa. Se falharmos na nossa missão, nada restará não apenas de Portugal, mas da própria Civilização.

______________________________________________

Notas:
BRAGA, Orlando - Com o Actual Regime Político, Portugal Não Tem Qualquer Hipótese de Existência Futura. Perspectivas. 21 de Abril de 2018. Link: https://espectivas.wordpress.com/2018/04/21/com-o-actual-regime-poltico-portugal-no-tem-qualquer-hiptese-de-existncia-futura/

João José Horta Nobre
23 de Abril de 2018


terça-feira, 17 de abril de 2018

A Tecnologia Militar do Império Anglo-Sionista Foi Exposta ao Ridículo na Síria




"Nunca foi sensata a decisão de causar desespero nos homens, pois quem não espera o bem não teme o mal." - Nicolau Maquiavel (1469 - 1527)

Pior do que perder, é não sabermos admitir que perdemos. O Pentágono foi há poucos dias completamente humilhado na Síria, mas continua em negação e não só contínua em negação, como anda desesperadamente a tentar convencer o público de que a sua última operação militar foi um patente "sucesso". Não foi. Bem pelo contrário, foi uma humilhação e pior ainda do que uma humilhação, ficámos todos a saber que a NATO e as suas "modernas" armas "inteligentes" não passam de um "tigre de papel" extremamente dispendioso e basicamente inútil em muitos aspectos.

Como é que Sr. Trump, o goy de estimação dos israelitas, dizia? "Prepara-te Rússia, porque os mísseis virão bonitos, novos e inteligentes", não era? Pois bem, pelos vistos os mísseis vieram mesmo e o resultado foi que os sírios abateram mais de 70% dos brinquedos caros disparados pelos ianques. O Pentágono agora afirma oficialmente que só tinha "três alvos" e que os mesmos foram todos atingidos, como se alguém com o mínimo de bom discernimento, pudesse mesmo acreditar que os anglo-sionistas fossem gastar 103 mísseis de cruzeiro para bombardear apenas três edifícios. É óbvio que não e só um retardado mental pode acreditar na versão dos acontecimentos relatada pelo Pentágono.

A verdade que os anglo-sionistas não querem admitir é que eles tinham como alvo principalmente as bases aéreas e os aeródromos do regime sírio. Ao todo os alvos eram sete, o problema para o Pentágono é que os mísseis que foram disparados contra as bases aéreas e os aeródromos do regime sírio, foram praticamente todos abatidos e os danos provocados foram mínimos, para não dizer mesmo irrelevantes. Posteriormente, de forma a não perder face e acima de tudo, para não mostrar a inferioridade do seu equipamento militar, a máquina de propaganda do Pentágono inventou que só tinha como intenção atingir "três alvos" na Síria, nomeadamente os tais edifícios que alegadamente pertenciam ao tal "programa de armas químicas da Síria" e que realmente foram atingidos, principalmente porque estavam desocupados e por isso mesmo careciam de protecção anti-aérea relevante.

Um míssil Tomahawk pode transportar até cerca de meia tonelada de explosivos na sua ogiva. Se os anglo-sionistas apenas queriam atacar três edifícios, que ainda para mais nem sequer eram alvos subterrâneos ou tinham a estrutura reforçada contra ataques aéreos, bastariam no máximo dez mísseis para destruir por completo cada um destes alvos. No total, a coligação anglo-sionista nunca necessitaria de mais do que trinta mísseis para atingir os tais alvos que a mesma afirma ser a única coisa que pretendia atingir. Portanto, para que foram necessários 103 mísseis (105 na versão oficial do Pentágono)??? 

É óbvio que um número tão elevado de mísseis de cruzeiro tinha como objectivo atacar uma diversidade de alvos que não apenas os tais "três alvos" que o Pentágono afirma ter sido o seu único objectivo. Os anglo-sionistas apenas não admitem isto e provavelmente nunca o vão admitir, porque tal implicaria admitir a inferioridade da sua tecnologia militar face à tecnologia militar russa... 




O Pentágono está a mentir. Os ianques estão a mentir. Os franceses estão a mentir. Os ingleses estão a mentir. Toda a canalha sionista que está directamente por detrás do ataque contra a Síria, está a mentir. As elites ocidentais que apoiaram o ataque ilegal contra a Síria estão a mentir e mentem com todos os dentes que têm na boca. Esta gente ridícula, que claramente não tem a mínima noção de com quem se está a meter, quer-nos convencer igualmente de que os tais edifícios que foram atingidos pelos mísseis anglo-sionistas, estavam cheios de "armas químicas" e químicos para produzir essas mesmas armas. No entanto, vejam por vós as imagens de pessoas nas ruínas dos edifícios bombardeados. Já repararam que ninguém está a usar equipamento de protecção contra armas químicas? Se os tais edifícios estivessem mesmo cheios de substâncias químicas perigosas, nem que fosse apenas o simples cloro que é a arma química mais básica de todas, acham mesmo que seria possível andar pelas ruínas dos edifícios sem protecção?!?

Os povos do Ocidente estão hoje transformados em reféns da pior e mais vil escória que existe na face do Planeta. As mentiras e a desinformação atingiram já um ponto tal, que a elite nem sequer se dá mais ao trabalho de tentar construir mentiras que pelo menos sejam consistentes e façam sentido. Houve um tempo em que no Ocidente era importante e virtuoso falar a verdade, mas tal tempo parece que já se esfumou e o que resta é uma vil corja desprovida de quaisquer princípios morais ou éticos e capaz de tudo para atingir os seus sinistros objectivos.

Mas sabem o que é que verdadeiramente incomoda e assusta a escumalha arruaceira que na madrugada de 14 de Abril atacou a pequena Síria? É o facto de a tecnologia militar dos anglo-sionistas ter sido completamente exposta ao ridículo. Conseguem imaginar o terror que devem de estar a sentir neste momento os principais comandantes da NATO? Será que alguém tem noção do quão preocupados devem de estar neste momento os principais cérebros do Pentágono? Esta gente acabou de descobrir que os seus mísseis "inteligentes", na realidade, não passam de sucata voadora, altamente suscetível não só a interferência electrónica, mas também a sistemas anti-aéreos soviéticos das décadas de 1980, 1970 e até mesmo 1960!

De resto, esta humilhação dos equipamentos militares ocidentais é apenas um reflexo do estado de podridão e morte clínica generalizada em que já se encontram as sociedades ocidentais. Eventualmente, haveremos de bater no fundo, mas até lá preparem-se todos, pois ainda temos muito que cair...
 
João José Horta Nobre
17 de Abril de 2018
 

sábado, 14 de abril de 2018

O Grande "Sucesso" dos Anglo-Sionistas na Síria




"Se você conhece o inimigo e conhece-se a si mesmo, então não precisa de temer o resultado de cem batalhas." - Sun Tzu (544 - 496 a.c.)

Como já todos sabem, durante a última madrugada o Império Anglo-Sionista decidiu "testar" o sistema integrado de defesa anti-aérea da Síria e para tal efeito, disparou uma barragem de 103 mísseis de cruzeiro contra vários alvos em território sírio. Escusado será dizer que para além deste ataque ir contra todas as normas do direito internacional e constituir um flagrante acto de agressão gratuita contra um Estado soberano, tal acto só veio colocar mais uma vez a nu o absoluto desprezo que os supremacistas judeus em controlo da Casa Branca possuem pela Humanidade e todas as normas da diplomacia civilizada

Entretanto, a máquina de propaganda do Pentágono já entrou em funcionamento e está a "lavar" os acontecimentos da última madrugada, descrevendo os mesmos como tendo sido um patente "sucesso". Pois bem, vejamos então como se materializou na prática este grande "sucesso" de que o Pentágono fala:

  • 4 mísseis foram disparados contra o Aeroporto de Damasco. Foram todos abatidos pelas defesas anti-aéreas da Síria.
  • 12 mísseis foram disparados contra o Aeródromo de Al-Dumayr. Foram todos abatidos pelas defesas anti-aéreas da Síria.
  • 18 mísseis foram disparados contra o Aeródromo de Blai. Foram todos abatidos pelas defesas anti-aéreas da Síria.
  • 12 mísseis foram disparados contra a Base Aérea de Shayrat. Foram todos abatidos pelas defesas anti-aéreas da Síria. Nenhuma base aérea do governo sírio foi atingida ou sequer danificada no ataque. 
  • 9 mísseis foram disparados contra o Aeródromo de Mazzeh. 5 destes 9 mísseis foram abatidos pelas defesas anti-aéreas da Síria. 
  • 16 mísseis foram disparados contra o Aeródromo de Homs. 13 dos mísseis foram abatidos pelas defesas anti-aereas da Síria e os únicos 3 que atingiram o alvo, limitaram-se a provocar danos de menor gravidade. 
  • 30 mísseis foram disparados contra edifícios e laboratórios científicos do governo sírio que se localizam próximo de Barzah e Jaramana. 7 destes 30 mísseis foram abatidos pelas defesas anti-aéreas da Síria. Estes edifícios seriam onde estaria sediado o alegado "Programa de Armas Químicas da Síria" que só existe na propaganda mentirosa dos anglo-sionistas. Apesar de neste caso a maioria dos mísseis terem atingido o alvo, o ataque foi fútil, pois os edifícios estavam desocupados e desactivados, sendo que em consequência não se terão registado quaisquer baixas civis ou militares.[1]

No total, de 103 mísseis de cruzeiro que foram disparados pelas forças da coligação anglo-sionista, apenas 32 é que conseguiram atingir com sucesso os seus alvos, sendo que os restantes foram todos abatidos pelo sistema integrado de defesa anti-aérea da Síria. Os vários sistemas de defesa anti-aérea da Síria que estiveram envolvidos no abate dos mísseis de cruzeiro disparados pelos anglo-sionistas, tiveram um desempenho acima do esperado e tal como eu já havia afirmado anteriormente a propósito do abate de um F-16 israelita pelos sírios em Fevereiro passado, "é de esperar que lenta, mas gradualmente, os sírios comecem progressivamente a conseguir negar com sucesso o seu espaço aéreo ao inimigo."

O cúmulo da humilhação para os anglo-sionistas e aquilo que os mesmos estão a tentar ocultar do público a todo o custo, é o facto de o bom desempenho obtido pelo sistema integrado de defesa anti-aérea da Síria na última madrugada, ter sido todo feito com base em antigos sistemas de defesa anti-aérea de origem soviética, como o Buk, o 2K12 Kub, o 9K33 Osa, o S-200 e o S-125 Neva/Pechora que os ianques já devem de conhecer bem, pois foi este último sistema anti-aéreo que em 1999 abateu sob os seus da Sérvia um moderníssimo F-117 Nighthawk com tecnologia stealth, que alegadamente deveria de tornar este caça-bombardeiro invisível para os radares inimigos.

Em jeito de conclusão, pois nada mais tenho a dizer por agora, quero apenas frisar que os sírios, na última madrugada, limitaram-se a defender-se de um ataque absolutamente injusto e vil, justificado pelos anglo-sionistas com base em mentiras fabricadas e lançado pela mesma "mão invisível" que nos idos da década de 1960 e 1970, fez a guerra contra Portugal nas suas províncias ultramarinas e esteve certamente por detrás do 25 de Abril de 1974.[2] 

A judiaria internacional pode mentir e fabricar "provas" à vontade, ela pode inventar e difamar e tentar ocultar a verdade o quanto ela quiser, que nada neste Mundo impedirá o povos da Terra de eventualmente virem a acordar para a realidade da grave situação em que a Humanidade se encontra por causa deste gente. No fim e como diria o piloto-aviador Manuel Gouveia: "se for preciso, morrer, morre-se!" Nem que o custo da resistência seja o de morrermos todos colectivamente afogados no nosso próprio sangue, nem assim devemos pensar por um momento sequer em rendição ou capitulação perante a ofensiva bárbara e assassina do Sionismo Rothschild que quer à força dominar e escravizar o Planeta. Estes psicopatas com mentalidade apocalíptica não vão parar enquanto não forem forçados a parar e a única coisa que resta saber é quão longe é que eles estão mesmo dispostos a ir na sua senda megalomaníaca para erguer a Nova Ordem Mundial

_______________________________________________

Notas:
[1] THE SAKER - Chief of the Main Operational Directorate of the Russian General Staff Colonel General Sergei Rudskoy holds briefing for mass media. The Saker: A Bird's Eye View of The Vineyard. 14 de Abril de 2018. Link: http://thesaker.is/chief-of-the-main-operational-directorate-of-the-russian-general-staff-colonel-general-sergei-rudskoy-holds-briefing-for-mass-media/
[2] Um golpe que apresentou todos os traços de mais uma operação de "regime change" como aquelas a que os anglo-sionistas já nos habituaram. Se quiserem saber mais sobre isto, leiam a obra 25 de Abril: Episódio do Projecto Global de Fernando Pacheco de Amorim. 

João José Horta Nobre
14 de Abril de 2018


terça-feira, 10 de abril de 2018

O Ataque Químico do Passado Dia 7 de Abril na Síria Foi Clara, Nítida e Comprovadamente Uma Operação de Bandeira Falsa




"Aquele que diz uma mentira não calcula a pesada carga que põe em cima de si, pois tem de inventar uma infinidade delas para sustentar a primeira." - Alexander Pope (1688 - 1744)
 
Curto e grosso: O ataque químico do passado dia 7 de Abril na Síria foi clara, nítida e comprovadamente uma operação de bandeira falsa, levada a cabo pelos "rebeldes" que recebem apoio da coligação internacional anti-Assad e estão em conluio com os White Helmets financiados por George Soros. Os White Helmets já foram apanhados anteriormente a falsificar ataques contra civis, de forma a incriminar o regime de Bashar al-Assad, portanto julgo que está tudo dito sobre a credibilidade deste organização "humanitária" que serve única e exclusivamente para servir os interesses sionistas na Síria e fazer propaganda anti-Assad.




Trump não passa de uma mera marioneta nas mãos dos judeus sionistas que o cercam e querem destruir a todo o custo. A matilha de cães pró-Israel que controla a Casa Branca, tem como objectivo não apenas a destruição da Síria, mas também do Irão e acima de tudo da Rússia, País este que a judiaria internacional odeia visceralmente e intenta há mais de um século destruir.

João José Horta Nobre
10 de Abril de 2018


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...